sexta-feira, 30 de março de 2012

E dia que a emoção dói seu coraç.. Que coração?

Quem gosta cuida, liga, escreve, vai atrás, procura, caça, sente falta, o peito dói e a gente dá o nome de saudade. Eu sinto saudade. Minha saudade muda, cresce, diminui, mas não some. Eu vou atrás. Eu chamo. Eu ligo. Eu escrevo. Eu sumo. Mas eu volto. Sempre. Seu sumisso me dá saudade, me irrita, me dá raiva.

"Já não acredito se você chora dizendo me amar, manhosa, tinhosa."

O clichê de sempre: mesma casa, mesmo número, mesma cara, mesma eu, mesmo eu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário