terça-feira, 11 de setembro de 2012

O dia em que a Terra parou.

POSTAGEM ANTIGA DO DIA 11/09/2012


"Hoje eu tive um sonho de sonhador
Maluco que sou eu sonhei
Com o dia em que a Terra parou"
(Raul Seixas)

Cenas horríveis
Eu via tanta gente triste
Tantas sofrendo, com medo
No dia em que a Terra parou

Mas lá atrás
Da grande e bela ribanceira
Tanta terra limpa
Eu via tanta coisa bonita
No dia em que a Terra parou

Esqueci a minha dor
Não tinha mais aquele ardor
Me senti completamente livre
No dia em que a Terra parou

E se não voltar?
E se a Terra não rodar?
E nunca mais mudar
O dia em que a Terra parou?

Vamos sofrer?
Ou apenas parar de chover?
Com o dia em que a Terra parou?

E com a moça triste
O que há de acontecer?
Com o sofredor, com o bruxo e o trocador
O que há de acontecer 
No dia em que a Terra parou?

Se nada mais vai acontecer
Se não chorar, cair, ou sofrer
E se eles não vão mais me ver
Não quero nunca mais estar 
No dia em que a Terra há de voltar


ll
O engraçado, é que eu escrevi esse texto assim que acordei, de manhãzinha, e só depois fui descobrir que hoje é 11 de setembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário