terça-feira, 19 de abril de 2011

De baixo pra cima.

De baixo pra cima

De cima pra baixo

Nem sei o que faço

Nem sei o que digo

Sei que com amor realizo

Sonhos e poesias

Dias e alegrias

Em ti me espelho

Espelho meu

Nem sempre sou eu

Acho que isso é errado

Mas se tudo fosse certo

Tudo seria tão sem graça

Quero ver o proibido e o imperfeito

Eles são quem dão jeito

Diria até que o errado é quem tá certo

O que será que é perfeito?


(Flora de Paula - há um tempinho considerável)

Nenhum comentário:

Postar um comentário