quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


longe, lá de longe de onde toda a beleza do mundo se esconde, mande para ontem uma voz que se espanda e suspenda esse instante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário