quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

moleskine


senti-me em Brasília...
Aqui em Fortaleza passou o dia chovendo e eu acordei as 9:00 pensando que ainda eram 4:30 da madrugada!!! Trovões de dia, dia cinzento, cinza de cigarro pra fumar enquanto penso em andar por aí perambolando nas ruas sem estar bêbado. Só por perambolar.
Penso:
Olhar as pessoas com tantos mistérios por baixo de tantas roupas, por tantas capas.
Passo pelo rio e logo depois vejo a torre de Paris, não me interesso e sigo.
Paro de pensar, volto pra Fortaleza:
A cor desse diz me deixou sem saber o que fazer, como se a minha caixa de quereres estivesse também nessa neblina cinza sem me deixar escolher, nem mesmo enxergar alguma coisa.
Aí eu vejo uma rosa e me dá vontade de escrever e inventar o meu mistério pra que as pessoas que passem me vejam misterioso...
Viva o moleskine.!

[e viva os blogs! onde podemos escrever coisas sem sentindo!!! espero que alguém capte alguma ideia do que se apresenta nesse texto.. rsrs]

Nenhum comentário:

Postar um comentário