segunda-feira, 17 de agosto de 2015

11.


maria clara:

me chama qualquer hora
diz como eu te encontro
me leva daqui
perdoa alguma coisa
é que são tantas coisas
dizem que os morangos são eternos
quem disse
suicidou-se no último carnaval
haveria talvez ao longe
uma escola de samba cantando oh jardineira
quem saberá
o dia ficou cinza
sinto falta de você
a cidade mete medo
o abajur da sala queimou
um perfil de nefertiti
você nunca saberá
você nunca mais telefonará
interrogação interrogação interrogação
interrogation mark
singapura
isso é muita cocaína
quero ir embora daqui
quem sabe eu te encontro
não telefonarei
I promise
Sonhei com você
mas só conto se você ligar
você não ligará
comprei uma garrafa de conhaque
mas não consegui sequer beber demais
também não havia motivo
ou sim
depende do ponto de vista
preciso de você
são três horas da tarde
sexta-feira
vinte e quatro de abril de mil novecentos e oitenta e um
não me queria mal
ex-noiva de reagan processada por estelionato
em são paulo brazil
o que foi que aconteceu
alguma coisa partiu
tenho trinta e dois anos
é difícil compreender
isso
y otras cositas más
você tem vinte e quatro anos
e um metro e cinqüenta e dois de altura
eu tenho um metro e oitenta e dois
há vários descompassos
primeiras vezes

ah
primeiras vezes

o primeiro bode de fumo que amarrei
foi no alto da tijuca
faz muito tempo
depois vieram outros bodes
outras drogas
meu terçol no olho direito melhorou
agora estou com um no olho esquerdo
do meu lado tem um pé de guiné
dentro de uma lata de brancol
cola branca para azulejos
são três e pouco da tarde
manda um fonograma
ou qualquer coisa assim
preciso de você
você já não gosta mais de mim
que pena que pena
amanhã é sábado

Caio Fernando Abreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário